n
Canyons > Ribeira da Quebrada

Ribeira da Quebrada

Curso de água: Ribeira da Quebrada (Porto Moniz)


Aberto por Antoine Florin, Nuno Cunha em Abril de 2006

Acesso:

O acesso a este canyon é feito através da ER 209 a cerca de 2Km do Fanal. O carro é deixado junto a uma curva #1  a 1190m de altitude. Prosseguir pela estrada de terra cerca de 400m até ao ponto #2 onde é necessário virar à direita e andar cerca de 100m. O primeiro rapel é feito numa árvore. Não há água e o vale ainda é pouco evidente nesta zona.

Saída:

Após a última cascata de 20 metros é necessário prosseguir pelo leito da ribeira durante cerca de 20 minutos até encontrar a captação de uma levada na margem direita. Esta levada leva-nos rapidamente ao ponto #3 onde deverá ser deixado o segundo carro, perto da ponte do Chão da Ribeira.

Observações:

  • O caudal deste canyon pode ser observado através do ponto #3.
  • É necessário levar sempre corda para abandonar e maillons nas amarrações naturais.
Aproximação:10min
Percurso:5h
Regresso:10min
Altitude início:1195m
Altitude fim:525m
Extensão:1100m
Rapéis:22
Cascata mais alta:120m
Corda mínima (x2):75m
Dificuldade vertical:5 - Difícil
Dificuldade aquática:  3 - Moderado
Dificuldade saída:III - Moderado
Ligação carro:26km

Coordenadas*:


Croqui:

croqui ribeira da quebrada

Não se iniba em deixar um comentário sobre a sua descida. Mantenha a comunidade informada e em segurança!

Feel free to leave a comment on your descent. Keep the community informed and safe!

3 Comentários

  1. Descido a 29-08-2017. Caudal fraco e amarrações em bom estado ou substituídas (amarrações naturais).
    Percurso realizado em 2h e 40 com equipa de 4 elementos.
    No início do canyon, após a saída do estradão é necessário percorrer cerca de 100m no meio da vegetação. Foi deixada uma ponta de corda numa urze para assinalar o primeiro rapel. Depois desse pequeno rapel é necessário continuar a destrepar a encosta a direito até o vale se começar a formar.

  2. Descido a 30 de Setembro de 2015.

    O caudal estava normal e as amarrações todas ok.

    Aproximação / entrada, com muita vegetação, no estradao esta um amontoado de pedras e foram colocadas pequenos amontoados de pedras ao longo do trajecto.

  3. Descido a 01 de Abril de 2014. Quase todas as amarrações naturais foram substituídas com fitas, cordas e maillons novos. O caudal apresentava-se normal.